quinta-feira, 23 de março de 2017

Novos TCCs na Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos

Confira os Últimos TCCs publicados na Biblioteca Digital de Trabalhos Acadêmicos:


Beatriz Azevedo Cezila 
Produção de material didático sob a perspectiva do ensino por investigação que utiliza as aves como modelo de estudo

Gabriel Henrique de Camargo 
A relação entre os movimentos epistêmicos de professores em formação inicial e os argumentos construídos pelos alunos em uma sequência didática investigativa sobre biodiversidade

Israel Silli Palandre 

Marcela Santini Renoldi 

Marcelo Augusto Piveta 

Tiago do Amaral Moraes 

Tuan Huai Tsun 

Anderson Rosário Prado 


Gabriel dos Santos Paulon 

Rafaela Rossetti 

Sabrina Mara Tristão 
Vanessa Thomé 

Wendy Ishimoto 



Boa Pesquisa!

quinta-feira, 9 de março de 2017

Web of Science faz parceria com o Google

A parceria estabelecida entre a Base de Dados Web of Science (Clarivate Analytics/Thomson Reuters) e o Google Scholar disponibiliza hiperligações entre o Web of Science Core Collection e o Google Scholar

A facilidade de acesso ao Web of Science Core Collection a partir da Rede Aberta por meio desses hiperlinks entre o primeiro e o Google Scholar   simplificará o processo de descoberta e poupará tempo aos pesquisadores. 

Assim, ao fazer uma pesquisa no Web of Science Core Collection aparecerão hiperlinks do Google Scholar em  seus resultados  e vice-versa. 


Para saber mais, veja:



Acesse e nos conte a experiência!


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Retrospectiva Científica 2016


Já estamos na metade do segundo mês de 2017, mas ainda dá tempo de relembrarmos as  descobertas científicas de destaque em 2016:


[extraido de: http://bit.ly/2kkplI6] Em fevereiro os cientistas conseguiram comprovar a Teoria Geral da Relatividade, proposta por Albert Eistein em 1916, através da detecção de ondas gravitacionais pelo projeto LIGO (Laser Interferometer Gavitational-Wave Observatory), nos estados unidos. Para detalhes desta descoberta acesse: http://cienciainformativa.com.br/pt_BR/as-ondas-gravitacionais-de-einstein/.
Na aérea médica, o ano de 2016 demonstrou um grande avanço na busca de novas formas de prevenção e tratamento contra doenças graves, como o Alzheimer, que atinge grande número de pessoas em todo o mundo e que ainda se apresenta incurável.  A utilização de IL-33 (http://cienciainformativa.com.br/pt_BR/mais-um-passo-no-caminho-para-o-tratamento-do-alzheimer/ ) e a utilização de compostos de romã (http://cienciainformativa.com.br/pt_BR/luta-contra-o-alzheimer/ ) são alguns dos destaques descobertos este ano como formas alternativas para tentar controlar a doença.
Outro destaque da área médica neste ano foi o avanço na prevenção do Zika vírus. O desenvolvimento de uma vacina eficaz contra o vírus que causou um estrondoso aumento no número de casos de crianças com microcefalia e outras complicações neurológicas, apresentou passos importantes este ano, como pode ser visto com detalhes no texto: http://cienciainformativa.com.br/pt_BR/vacinas-contra-a-zika/. Além disto, este ano vimos muito avanços em alternativas de controle do mosquito Aedes aegypti , principal transmissor do Zika vírus, além do vírus da dengue e da febre Chikungunya, como pode ser visto no texto “Novas estratégias para o controle do mosquito Aedes aegypti” -http://cienciainformativa.com.br/pt_BR/novas-estrategias-para-o-controle-do-mosquito-aedes-aegypti/.
[extraído de: http://bit.ly/2l13h2h] Mas é no campo da Genética que se concentraram as descobertas mais “perturbadoras”, sobretudo do ponto de vista ético. Durante o ano, os cientistas revelaram novidades no sequenciamento do genoma humano. Não por acaso, o Prêmio Nobel de Medicina deste ano premiou pesquisas em genética que apontaram novos caminhos para o tratamento de doenças como Alzheimer, Parkinson, esquizofrenia e autismo. Essas pesquisas mostraram que células-tronco adultas podem ser transformadas em embrionárias pluripotentes, que são aquelas que podem dar origem a qualquer espécie de célula fetal ou adulta. Isso é uma novidade, pois até então acreditava-se que células adultas não poderiam desempenhar outra função. Agora, esses estudos ajudarão a curar doenças de origem genética, entender melhor o processo de envelhecimento e criar óvulos a partir de tecidos. 
O sequenciamento de genoma de um feto humano em gestação permite ainda um diagnóstico de doenças que o paciente terá somente no futuro, quando for adulto. Como os médicos, o paciente e as famílias lidarão com isso? Nos Estados Unidos, já existe uma preocupação com um aumento do número de abortos em consequência da detecção precoce de doenças genéticas. Por isso, alguns Estados estão tornando as leis mais rígidas, para impedir o aborto em casos como síndrome de Down. No Brasil, o aborto só é autorizado quando a gestação é resultado de estupro ou traz risco à mulher.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Canções de Natal (Christmas Carols)

Mais um Natal!!

A Biblioteca Central deseja a todos um Feliz e abençoado Natal, na esperança de que centelhas de solidariedade, respeito, tolerância e amor aos semelhantes, aos animais e ao planeta cheguem aos corações humanos.


E para entrar no clima, nada melhor que lindas canções natalinas! Conheça as três mais famosas:

Good Christian Men, Rejoice



 O Come, All Ye Faithful



Silent Night




E Um Feliz Natal a Todos!


quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

7 Drivers of Open Science


O cenário da pesquisa científica está mudando rapidamente, direcionada pelas novas tecnologias e a necessidade da entrega de resultados de forma mais rápida, confiável e sustentável.

O infográfico abaixo mostra algumas das "forças" que estão direcionando a nova era do acesso aberto.


Você concorda?





Traduzido de: 7 Drivers of Open Science, by Helen Eassom