quinta-feira, 21 de setembro de 2017

100 anos do nascimento de Pedreira de Freitas



Exposição 100 anos do Nascimento de José Lima Pedreira de Freitas: Uma Vida Dedicada à Saúde Pública


06/10/2017 às 18:00
ECEU-MUSEU HISTÓRICO-FMRP-USP, Av. Nove de Julho, 980

Informações Adicionais:
ABERTURA DA EXPOSIÇÃO: 06.10.17 ÀS 18h VISITAÇÃO ATÉ 22.12.17 - DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA, DAS 9H ÀS 16H LOCAL ECEU-MUSEU HISTÓRICO - AV. NOVE DE JULHO N° 980 / RIBEIRÃO PRETO-SP 

Responsável pela Divulgação: 
Maristela Medeiros Santos da Silva - maristel@fmrp.usp.br - (16)3602-0695




Antes da exposição, assista o documentário sobre Pedreira de Freitas:


sexta-feira, 15 de setembro de 2017

USP Mulheres

SOBRE O USP MULHERES

Escritório USP Mulheres, coordenado pela Profª. Eva Alterman Blay, integra, a partir de 2016, o programa ElesPorElas – HeForShe, com o projeto-piloto Impacto 10x10x10, que visa atingir 10 países, 10 empresas e 10 universidades, da Organização das Nações Unidas (ONU).
A Universidade de São Paulo (USP) foi uma das 10 universidades escolhidas ao redor do mundo para compor esse movimento, sendo a única latino-americana. O enfrentamento à violência contra a mulher é o tema principal do Escritório USP Mulheres e também do conjunto das 10 universidades de Impacto no mundo. O Escritório é responsável pela proposição e implantação de iniciativas ou projetos voltados para a igualdade de gêneros e empoderamento de mulheres. Pretende trabalhar em rede, pensando soluções em conjunto, com o corpo universitário, com o auxílio dos grupos e coletivos estudantis e de docentes.
Dentre as medidas necessárias para alcançar a igualdade de gêneros, a USP se comprometeu a desenvolver e programar iniciativas sobre o tema das relações de gênero para os estudantes, professores e funcionários, e medidas enfrentamento à violência. A Universidade também acordou que se reunirá com frequência com as outras universidades do Impacto, para medir e reportar seu progresso de forma transparente, compartilhar boas práticas e mobilizar outras universidades na adesão desta causa.

http://sites.usp.br/uspmulheres/


segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Coleção da Colloquium Digital Library of Life Sciences – Trial na USP

http://www.morganclaypool.com/page/LSindex


Aproveite o Trial da Colloquium Digital Library of Life Sciences na USP até o dia 25 de outubro de 2017. Os IPs da USP já estão cadastrados e o acesso está liberado. Para utilizar, basta acessar o link: http://www.morganclaypool.com/page/LSindex

Colloquium Digital Library of Life Sciences da editora Morgan & Claypool é uma coleção de livros digitais para pesquisadores, instrutores e estudantes nas ciências biológicas / biomédicas básicas. Os ebooks da Biblioteca Digital Colloquium, trazem uma visão geral introdutória de um importante tópico de pesquisa biomédica, escrito por um especialista que é referência na área. O conteúdo destina-se a estudantes e pesquisadores iniciantes e, portanto, são escritos em um nível extremamente acessível a todos.


Lista com as palestras Colloquium – são mais de 150 palestras em 14 áreas diferentes: 
http://www.morganclaypool.com/page/browseCbS

A Morgan & Claypool é uma editora independente de ebooks digitais que atende às comunidades de pesquisa de Engenharia, Ciência da Computação, Ciências da Vida e Física.


terça-feira, 29 de agosto de 2017

PressReader na USP – acesso aberto até 30 de setembro



PressReader é um aplicativo que disponibiliza o conteúdo total de cerca de 6.500 jornais e revistas (magazines) de 100 países em 60 idiomas diferentes. Com ele é possível filtrar publicações por país, idioma, favoritos ou recentemente atualizados. Pode ser acessado por PC, Laptop, Tablet e Smartphone.

A interface do PressReader é simples e organizada para facilitar a leitura. Com poucos cliques você tem acesso às suas publicações favoritas e pode visualizar as principais manchetes nacionais e internacionais, folhear páginas como se fossem um jornal físico, pode aproximar as páginas para melhor leitura, compartilhar suas leituras com outras pessoas por e-mail, Facebook e/ou Twitter. Algumas publicações trazem recurso de áudio para que você ouça as matérias.


Destacam-se os jornais nacionais: Folha de São Paulo O Estado de São Paulo. A coleção retrospectiva dos jornais é sempre a dos últimos três (3) meses. 




Instruções para os usuários:

Instruções de configuração para acessar o PressReader via biblioteca
1. Conecte seu smartphone ou tablet à rede Wi-Fi autenticada.
2. Baixe o PressReader da loja de aplicativos ou vá para 
http://www.pressreader.com
3. Inicie o PressReader, selecione um título específico e aproveite a leitura.

Para computadores da USP com IP autorizado, o acesso é direto pelo website: https://www.pressreader.com/ Trial até 30 de setembro de 2017.

Fonte: http://www.sibi.usp.br/noticias/pressreader-na-usp-acesso-aberto-ate-30-de-setembro/

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Normas BSI – Trial aberto até 21 de setembro



Especializada em normas para diversas áreas de conhecimento, a British Standards Institution (BSI) está presente em 172 países e ocupa posição de liderança global no auxílio ao aprimoramento das organizações.

Link para Acesso em: bsol.bsigroup.com
A BSI foi criada em 1901 e é o primeiro órgão nacional de normas do mundo. A BSI foi pioneira no desenvolvimento de normas de sistemas de gestão, o padrão de sistemas de gestão de qualidade original que formou o modelo para a série de normas ISO 9000 de qualidade, publicadas pela primeira vez em 1994.
BSOL: British Standards Online (BSOL) é uma base de dados bibliográfica, de citação e de texto completo com mais de 50.000 normas britânicas, europeias e internacionais adotadas, incluindo as normas ISO mais consagradas do mundo.
As normas BSI irão ajudar os usuários a identificar e gerenciar como seus impactos sobre o ambiente de negócios e da comunidade. As normas desempenham um papel importante na definição de princípios e padrões de qualidade, essenciais a qualquer atividade empresarial, acadêmica e mesmo pessoal. As normas também cumprem o papel de trazer ideias para o mercado de forma mais rápida e ajudar as empresas e a indústria a se envolverem com tecnologias novas e emergentes.

Áreas: Mineração e Materiais, Educação, Aeroespacial, Agricultura e Alimentos, Setores Automotivos, Tecnologia da Informação e Comunicação, Construção, Serviços Financeiros.
.
Normas em destaque: ISO 9001 – Gestão da Qualidade, ISO 14001 – Gestão Ambiental, OHSAS 18001 – Saúde e Segurança Ocupacional, ISO/IEC 27001 – Segurança da Informação, ISO 22301 – Continuidade dos Negócios, PBQP-H – Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, ISO 13485 – Dispositivos Médicos, ISO 50001 – Gestão de Energia.
.
Serviços: Certificação, Ferramentas de conformidade e software, Eventos, Dispositivos médicos, Certificação de produto e Treinamentos.Trial aberto de 21 de agosto a 21 de setembro de 2017.

Link para Acesso em: bsol.bsigroup.com

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Jornal de Resenhas volta com versão online

[extraído de: http://bit.ly/2vYT6mH] Lançado em 1995 graças a uma parceria entre a USP e o jornal Folha de S. Paulo, o Jornal de Resenhas era um encarte que tinha como objetivo cobrir sistematicamente o movimento editorial brasileiro. Extinto em 2004, o tabloide acaba de retomar as atividades, 13 anos depois, em versão on-line, disponível no endereço www.jornalderesenhas.com.br.
A publicação voltou neste ano com um caráter inovador. A maior novidade é sua abertura: agora, quem estiver interessado tem a oportunidade de enviar resenhas próprias para serem publicadas no site do jornal, que já está em funcionamento. Como critério de seleção, os textos passarão por uma filtragem da equipe editorial. Os artigos aprovados serão publicados.
“A ideia é atingir todo o mercado editorial brasileiro. Democratizando o acesso, daremos espaço para qualquer estudante ou leitor interessado em enviar resenhas de livros”, explica o professor Milton Meira do Nascimento, do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, um dos editores responsáveis pela iniciativa. “Não há restrições. O que importa é que o texto seja de qualidade. A ideia é levantar um espaço de debate acerca do que se publica no Brasil.”
Outra novidade é a parceria do tabloide com países de língua portuguesa, a fim de publicar resenhas literárias de diferentes países de língua portuguesa. O convênio com intelectuais lusófonos possibilitará a criação de um acervo de resenhas referentes aos livros publicados nessas nações, algo importante e notável para o meio literário nacional, acrescenta o professor.
Publicado sempre nas primeiras segundas-feiras do mês e encartado na Folha, o Jornal de Resenhas obteve sucesso em seus nove anos de circulação. Sua primeira edição, no dia 3 de abril de 1995, trouxe comentários sobre obras relançadas do historiador Sérgio Buarque de Holanda, como Caminhos e FronteirasMonções e Capítulos de História Colonial. Outro destaque foi o ensaio inédito do crítico e professor de literatura da USP Davi Arrigucci Jr. sobre Ficções, do escritor argentino Jorge Luis Borges.

Para mais informações, acesse o site do Jornal de Resenhas  ou envie e-mail para atendimento@jornalderesenhas.com.br

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Coleção Científica Digital Dot.Lib

A fim de facilitar o acesso a todos os conteúdos assinados pela USP e fornecidos pela Dot.Lib, foi reunida a Coleção Científica Digital Dot.Lib - http://www.sibi.usp.br/dotlib/ - que disponibiliza o acesso a 16 fontes de informação em diversas áreas de conhecimento:

  • Wiley Online Library, que fornece acesso a mais de 19.500 livros digitais de excelência em todas as áreas do conhecimento humano.
  • Obras de Referência Wiley, importantes obras de referência editadas por uma das principais editoras científicas mundiais.
  • JSTOR Archival Collections, com mais de 20 coleções de periódicos de arquivo da JSTOR. Conteúdo de excelência cobrindo praticamente todas as áreas do conhecimento.
  • Access Engineering (McGrawHill Collection), que reúne todos os melhores títulos da editora em formato digital nas 14 principais áreas da Engenharia: Civil, Comunicação, Construção, Elétrica, Energia, Industrial, Materiais, Mecânica, Nanotecnologia, Óptica, Química, Ambiental, Biomédica e Sustentável.
  • Access Medicine + Harrison’s Online (McGraw-Hill Education), base de dados que reúne o conteúdo completo de mais de 85 dos melhores títulos da editora McGraw-Hill na área de medicina—incluindo o clássico Harrison’s Principles of Internal Medicine—em suas mais recentes edições.  
  • USMLEasy (McGrawHill Education), ferramenta preparatória para o USMLE (United States Medical Licensing Examination), com mais de 11.000 questões acerca de todas as disciplinas médicas, auxiliando estudantes a dominarem todos os conceitos avaliados no exame.
  • Neurology Collection (McGraw-Hill Education), que oferece as mais atualizadas e sólidas referências bibliográficas em neurologia para acesso total e sem limite de usuários simultâneos, com base nos títulos de destaque da editora. 
  • Springer eBooks (Springer Nature), livros digitais de excelência reconhecida mundialmente em diversas áreas de Ciências, Tecnologia e Medicina. 
  • Evidence Based Medicine Reviews – Cochrane (Ovid), recurso eletrônico que permite ampla pesquisa em 7 bancos de dados sobre Medicina Baseada em Evidências, que formam a reconhecida base de dados Cochrane. 
  • FIAF – International Film Archive Database (Ovid), grupo de bancos de dados feitos pela International Federation of Film Archives, juntando contribuições de especialistas ao redor do mundo, dedicados à preservação de filmes, catalogação e documentação.
  • Journals@Ovid (Ovid), centenas de periódicos em formato digital que oferecem cobertura de excelência nas mais diversas áreas da saúde. 
  • Books@Ovid (Ovid), com centenas de livros digitais que oferecem cobertura de excelência nas mais diversas áreas da saúde.
  • BMJ Journals (BMJ Group), acesso a todo o conteúdo de três das principais publicações de BMJ Group: The BMJ, BMJ Case Reports e BMJ Quality & Safety.
  • Biological Abstracts (1999–2014) (Ovid), base de dados que permite ao pesquisador encontrar a cobertura que necessita para preparar projetos de pesquisas, assegurar propostas e seguir tendências em todas as disciplinas das ciências da vida. 
  • Zoological Record (Ovid), a mais antiga base de dados no mundo em biologia animal. É considerada a principal referência mundial em taxonomia, atuando há tempos como o registro extra-oficial mundial dos nomes de animais.
  • Ovid MEDLINE® (Ovid), a principal fonte bibliográfica mundial para literatura acadêmica e de pesquisa em biomedicina—com vínculos rápidos aos periódicos em texto completo.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Indicadores e métricas de produção científica

Indicadores de Pesquisa

O uso de indicadores e métricas de produção científica tornou-se prática rotineira na avaliação da qualidade e desempenho de pesquisaNo esteio dessa demanda, a análise bibliométrica e cientométrica realizada por meio de indicadores tem se tornado cada vez mais popular, juntamente com ferramentas analíticas de produção científica como o InCites e o SciVal, além do VantagePoint.
Principais indicadores:
  • Indicadores e Métricas - São exemplos de indicadores de desempenho de pesquisa: fator de impacto, produtividade, índice h, meia-vida, etc. 
Ferramentas analíticas:
  • InCites (Thomson Reuters) é uma plataforma online de avaliação de pesquisa personalizada e baseada em citações, que tem como fonte de dados a Base Web of Science. Permite realizar análises de produtividade e impacto científico, comparar resultados com outras instituições, aferir o desempenho de pesquisadores, pesquisas financiadas. Saiba mais sobre o InCites.
  • SciVal (Elsevier) possui um portfólio de ferramentas de análise de indicadores de produção científica, que tem como fonte de dados o Scopus e o Science Direct. Permite realizar análises bibliométricas da produção científica de uma determinada instituição, país, região, autor ou grupos de autores, ou ainda em revistas, desde que o material esteja indexado na base de dados Scopus. Saiba mais sobre o SciVal.
  • VantagePoint (Search Technology) é uma importante ferramenta de mineração e análise de dados, que permite realizar análises bibliométricas e estudos relacionados à produção científica de uma determinada área de conhecimento, instituição ou pesquisador, análise de coleções, verificação de erros e inconsistências em registros bibliográficos, bem como análises de tendências de pesquisa, desde que se tenha o arquivo de dados. Saiba mais sobre o VantagePoint. 
  • Publish or Perish é um software de desktop gratuito que extrai dados do Google Scholar para ajudar os autores a analisar várias estatísticas sobre o impacto da pesquisa.
  • Google Scholar Metrics fornece uma maneira fácil para os autores avaliarem rapidamente a visibilidade e a influência de artigos recentes em publicações científicas. 
  • Saiba mais sobre Análise Bibliométrica.


sexta-feira, 30 de junho de 2017

Aplicativo ajuda a encontrar artigo científico


O físico Peter Vincent e o estudante Benjamin Kaube, ambos do Imperial College London, criaram um aplicativo para celulares e computadores chamado Canary Haz, que permite acessar com rapidez artigos em revistas científicas.

Semelhante ao Spotify, aplicativo que facilita o acesso a milhões de músicas on-line, o Canary Haz conecta-se automaticamente a cerca de 5 mil publicações, a ferramentas de busca de trabalhos acadêmicos, como o Google Scholar, e a sites de bibliotecas universitárias para encontrar uma versão em PDF do artigo procurado. Se o pesquisador tiver acesso limitado a bases acadêmicas de dados, o aplicativo busca versões gratuitas do artigo em acervos de instituições ou em preprints.

Kaube, um dos fundadores da startup Newsflo, que mede o impacto dos artigos científicos e foi comprada pela editora Elsevier, começou a pensar em desenvolver o aplicativo ao iniciar a redação de sua tese de doutorado e perceber a dificuldade de acesso a artigos. “Comparado ao Netflix e ao Spotify, é um processo antiquado”, ele comentou, em entrevista ao boletim do Imperial College de 30 de maio. “Os pesquisadores perdem horas pulando de um site para outro para vencer as barreiras das editoras e conseguir os artigos que desejam”, acrescentou Vincent.

Os pesquisadores ressaltam que o aplicativo não promove a pirataria de artigos científicos de acesso fechado, como o site russo Scihub. Ele apenas facilita encontrar PDFs de trabalhos que estão escondidos em repositórios da internet.